0

A importância de uma identidade visual

Há cinco anos, venho me especializando na área odontológica e médica. Percebo que os profissionais da saúde melhoraram bastante sua percepção em relação à importância de se ter uma identidade visual. Porém, muitos ainda pecam em sua execução.

Projeto desenvolvido pela Markentista :: Cliente: Clínica Custódio

Quando se fala em marca, é comum referir-se a uma representação gráfica em que ela pode ser representada por um símbolo e/ou logotipo, tanto individualmente quanto combinados. No entanto, o conceito é bem mais abrangente. Uma clínica, através da sua marca, comunica a “promessa” de um serviço e seu diferencial, frente aos concorrentes, que o torna especial e único.

Não ter uma marca ou ter uma, mas inexpressiva ou mal resolvida, revela a fragilidade de comunicação e até mesmo afeta a interpretação, por parte dos clientes, em relação ao serviço prestado. Lembre-se, o sucesso gira em torno da convicção que o cliente tem com relação à diferença entre um serviço e outro. A imagem que sua clínica transmite, através das referências visuais, é muito importante.

Antes de pensar em qualquer material de comunicação (folder, flyer, newsletter, blog, site, etc), é necessário desenvolver uma identidade visual. Do que adianta um cliente solicitar o desenvolvimento de um site sem ter uma marca que represente bem o seu próprio negócio? Ter um site, hoje em dia, é uma necessidade, afinal as pessoas buscam tudo, primeiramente, na internet. Mas por quê? É que através dela, podemos comparar produtos e serviços, de diversas empresas, de uma forma mais rápida e eficaz. Aí que está! Dentro de um processo seletivo, não ter uma identidade visual é perder a oportunidade de transmitir credibilidade e mostrar que você valoriza a qualidade em tudo que faz. Portanto, desenvolver uma identidade visual ajuda seus clientes a entenderem melhor sua empresa e os aproxima de seus serviços.

Rafael Valpassos é sócio-fundador e diretor de arte da Markentista.

Deixe um comentário