0

O tempo que nos escapa

Vivemos reclamando da falta de tempo, de um tempo que corre e não nos espera, que desafia nossa compreensão e necessidade. A verdade é que o tempo físico não mudou, entretanto, as exigências pessoais e as cobranças profissionais mudaram e cresceram muito.

Fonte da imagem: Markentista

Atualmente o tempo se tornou escasso e caro, e por isso mesmo, objeto de desejo de todos e angustia de muitos.  Passamos a compreender a falta de tempo como algo de valor, pois nos dá uma percepção de ocupação e importância. Quanto menos tempo tenho, mas me sinto importante e indispensável. Porém, muitas vezes nos perdemos nessa equação e esquecemos que temos um corpo e uma mente que precisa de descanso para se renovar.

Profissionalmente as cobranças estão sempre aumentando e exigindo de nós maior dedicação e empenho. A cada novo avanço profissional maior é o comprometimento e, consequentemente, maior a demanda pelo nosso “tempo”.  Por isso é necessário aprender a definir prioridades e ter foco naquilo que julgamos importante.

A internet é uma grande aliada para facilitar e agilizar nossa vida. A rede nos possibilita ganho de tempo, crescimento profissional, facilidades de interação e comunicação, mas também nos rouba tempo quando seu uso se torna excessivo e/ou sem um propósito adequado.  Quantas vezes você perdeu seu foco profissional ao se distrair na rede? Imagino que muitas, e com isso perdeu também momentos preciosos para a realização de outra atividade importante.

A vida pessoal e familiar são áreas que não podem ser esquecidas e muito menos negligenciadas, pois em geral, são alicerces importantes para nosso equilíbrio emocional. Encontrar espaço para o convívio familiar e social revigora nossas energias e nos faz lembrar da importância desses momentos em nossa vida. Por isso a administração do tempo é um desafio constante e necessário para que possamos dar conta de tudo que julgamos importante realizar na vida, do contrário, teremos um alto grau de insatisfação e frustração que nos conduzirá para uma vida limitada e queixosa. Cada pessoa vivencia e reage a essa passagem de tempo de forma diferente e única, dando a essa vivência significados diferentes. É por este motivo que cada um precisa encontrar sua forma de aproveitar melhor cada momento do dia.

O tempo continuará seguindo seu ritmo próprio à despeito da nossa vontade ou necessidade.  Para isso precisamos nos organizar para administrá-lo melhor. Como você anda usando seu tempo? Que tal fazer alguns ajustes para aproveitá-lo melhor?

Vânia Vidal de Oliva é Psicóloga Clínica com 28 anos de experiência no atendimento de adolescentes, adultos e na orientação familiar. Atua hoje na Clínica Casa do Crescer na cidade de Curitiba. Colunista do site Mãezíssima, do blog da Clínica Base e do blog Markentista.

Deixe um comentário